Bem vindos ao meu dia-a-dia em Luanda/Angola.

Bem vindos ao meu dia-a-dia em Luanda/Angola



terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

CURIOSIDADES, HÁBITOS E COSTUMES – PARTE 1

- Nos jornais a seção mais lida é a “Funerária”, isso porque há uma forte tradição local em torno do ritual da morte, que é marcada por festas que durão até 30 dias (dependendo do bolso da família).
- A água é um item tão valioso quanto o diamante e o petróleo (salvo as suas proporções). Para se ter uma idéia, um galão de água mineral custa aproximadamente U$ 12, e um carro pipa sai por U$ 200. Como comparativo, o litro do combustível (gasolina) é vendido por U$ 0,9 (baratíssimo).
- Alguns bens são baratíssimos aqui, e o carro é um deles. Os modelos 4x4 saem pela metade do preço dos comercializados no Brasil. Aliás, 70% dos veículos daqui são no modelo off-road, pois asfalto é raríssimo por essas bandas.
- Não existe sistema de correios. Há uma espécie de “sedex”, mas que não é tão eficiente e seguro como estamos acostumados. Quando queremos algo do Brasil, melhor pedir para algum brasileiro residente que estará voltando para a Angola depois das folgas rotineiras.
- A malária é tão comum quanto uma gripe, e não há grandes preocupações. A população está tão acostumada que os procedimentos médicos são de fácil acesso e bastantes eficientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário